Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Celso Luiz Garcia é empossado diretor-geral do DNPM

Notícias

Celso Luiz Garcia é empossado diretor-geral do DNPM

Celso Luiz Garcia é graduado em direito pela Faculdade Milton Campos de Belo Horizonte/MG.
por publicado: 08/06/2015 20h08 última modificação: 15/06/2015 10h40
Exibir carrossel de imagens Crédito da foto: Ingred Suhet Da esquerda para direita: Celso Garcia, novo diretor-geral do DNPM; Luiz Barata; secretário-executivo do MME; Carlos Nogueira, secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia

Da esquerda para direita: Celso Garcia, novo diretor-geral do DNPM; Luiz Barata; secretário-executivo do MME; Carlos Nogueira, secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia

Em cerimônia realizada nesta segunda-feira (8), na sede do Ministério de Minas e Energia, Celso Luiz Garcia tomou posse como novo diretor-geral do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), pelo secretário- executivo do MME, Luiz Eduardo Barata. Ao assumir o cargo, o novo diretor comentou que já iniciou os trabalhos antes da posse, porque, segundo ele, o órgão está precisando de uma “‘injeção de ânimos, uma injeção de profissionalismo”.

Durante a cerimônia, Garcia afirmou que vai precisar do apoio da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, do ministro Eduardo Braga e do secretário-executivo Luiz Barata, para fazer a condução até a Agência. "Muitos não acreditam, mas eu nunca deixei de acreditar, pois cheguei num momento efetivo da transição, por iniciativa do ministro e, pelo deslinde de todas as questões, que não tem mais como retroceder", declarou.

Ainda de acordo com Celso Garcia, o DNPM tem que avançar. “Temos que ser firmes nessa caminhada, agir com total profissionalismo, e com a união de todos, é o que eu vim buscar aqui”, afirmou o novo diretor.  Segundo Celso, hoje o setor mineral é forte, é um setor mineral que traz para o País os dividendos necessários, é um setor que, apesar de pequeno, ele é explosivo, mas é importante na nossa balança comercial, na exportação, nas commodities, e ele faz parte da vida do Brasil.

“O DNPM vai fazer 82 anos, a legislação já está obsoleta, mais é a que nós temos, vamos trabalhar com ela, aplicando e formatar o departamento, para que ele se transforme efetivamente, para que ele seja visto com respeito que ele precisa. Eu como funcionário de carreira já aposentado, retornando duas vezes superintendente, acredito que os astros se aliam para que essa história acontecesse, culminando com a minha nomeação ao cargo de diretor-geral do DNPM”, lembrou.

O secretário-executivo do MME, Luiz Barata, deu as boas-vindas ao novo diretor. Ele disse que o ministério estará sempre aberto a contribuir com as iniciativas da autarquia nessa caminhada para a transformação do órgão em agência. “O MME, que cuida do setor de energia elétrica, que cuida do setor de petróleo e gás, para os quais têm suas agências, cuida também da mineração. O setor mineral ainda é desprovido de uma agência especializada, por isso devemos trabalhar no sentido de dotá-lo de uma Agência de Mineração forte”, afirmou.

 Também participaram da solenidade de posse o diretor-geral substituto, Victor Bicca; o diretor de fiscalização, Walter Arcoverde; o diretor de Procedimentos Arrecadatórios, Marco Antônio Valadares; o procurador-chefe, Antônio Salmeirão; a diretora de Gestão de títulos Minerários Substituta, Vanda Lima; o diretor de Planejamento e Desenvolvimento da Mineração, Paulo Guilherme; o chefe Substituto da Superintendente do DNPM em MG, Paulo Almeida; e o chefe Administrativo da Superintendência de MG, Eduardo Teixeira.  

Currículo de Celso Garcia

É graduado em direito pela Faculdade Milton Campos de Belo Horizonte/MG. Especializou-se em Ciências Políticas e Estratégias Nacionais pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra – ADESG, em 1988.  Em 1975, ingressou no serviço público por meio da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Em 1983, passou a fazer parte do quadro de servidores do DNPM, onde exerceu ao longo de sua carreira várias atividades profissionais. De 1996 a 1999, foi chefe do Distrito do DNPM no Estado de Minas Gerais. Com sua aposentadoria em 2009, exerceu a advocacia até 2011.  De 2011 até a sua nomeação como diretor-geral da autarquia, exerceu o cargo de superintendente da instituição no Estado de Minas Gerais.      

 

 

Assessoria de Comunicação Social
Departamento Nacional de Produção Mineral
(61) 3312-6694/6922
ascom@dnpm.gov.br
www.dnpm.gov.br
www.twitter.com/@dnpmoficial